quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Exclusivo para o nada.

Você não é o único que sofre pelo amor não correspondido ou que passa noites em claro por não saber  que dizer na hora certa. Nem o único que foge dos seus problemas ou que odeia engarrafamentos. Não é o único que abomina a monotonia e a rotina. Que observa a lua à noite. Que sofre por ter que partir e deixar pra trás o que mais ama.  Que precisa de alguém que não está ali na hora. Não é o único que tem tal opinião sobre o assunto. Não é o único que prefere comer doce que salgado ou vice-versa. Que odeia esperar. Que quando escuta aquela música pensa em alguém. Que está assistindo um filme ou um vídeo nesse exato momento. Que foge das perguntas do silêncio.
Você não é o único. Nós não somos os únicos, ninguém tem essa exclusividade toda. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário